Eu ♥ Resenhas: Arma de Vingança




Autor: Danilo Barbosa 
Ano: 2011
Número de Páginas:278
Editora: Baraúna
Edição:




 

“Como uma deusa cruel e vingativa, passei por cima de todos que atravessaram meu caminho, para conseguir castigar aqueles que me fizeram sofrer. Cada doce carícia que deixei a quem não merecia foi retribuída com sedutores toques manchados de sangue.
Por isso, sem qualquer remorso, pense que estou ao seu lado, minha única testemunha, e direi ao pé do seu ouvido: eu matei.”

Vou começar exatamente do mesmo ponto em que iniciei minha leitura, convidando vocês a penetrar o mundo de Ana.  

Ana, uma moça normal como tantas outras. Bonita, inteligente, com amigos legais e, também, uma séria queda para “homens problemas”. Mas, alto lá, não pense que Ana é aquela mulher de arroubos adolescentes, que porta como uma menina desnorteada e senso nenhum mesmo quando alcança quarenta anos de idade. Não que vamos conviver com a Ana até esses idos, mas de fato, veremos a Ana como uma menina que se torna uma grande mulher.

Particularmente, eu juro que teria muitas dúvidas diante das questões que Ana raciocina rápida e friamente. Todavia, em muitos momentos me vi em Ana. 

A Ana menina que anseia por um romance perfeito depois de um namoro conturbado e arrasador com o Rambo, onde Ricardo cai como uma luva. O gentleman implacável em atitudes e palavras sussurradas, que nos adoça e envolve em sua trama. Um homem digno de ser capa da Vogue e mister em ser “o canalha”. Pior do que Rambo, porque Ricardo nos manipula através de nossa alma. Sem que sintamos e possamos combatê-lo. É assim com Ana e com que se envolve com ela.

As verdades se chocam e se confundem no desenrolar da trama, e acho muito interessante, que ao invés de um trailer de ação, que o Dan poderia ter feito do início ao fim, ele nos propõe a ótica do psicológico. Isso faz o leitor se questionar a cada letra. Questionar Ana e a si mesmo. É um compromisso que o autor firma com quem está do outro lado das páginas: eu te apresento a alma de Ana. Não é como um romance policial que prima por cenas de perseguição e caça ao rato; Arma se desvenda pelo elo que o seu subconsciente faz com Ana. A Ana destruída pelo Ricardo e que ressurge em vingança.

Eu não tinha desvendado isso, até ir para o trabalho e não conseguir ler uma página depois da entrada de Rafael na trama. Rafael, que como um anjo que é, veio iluminar nossas vidas. Então, tocou uma música no rádio, e cara, lá tava eu sonhando.

É, eu sonho com músicas. E escrevo com elas. E agora, resenho com elas tb. E, bom, tava tocando “Eu não estou nesses planos”, do Gabriel Guerra. Passei bons momentos com ela sem perceber. Cantando e lembrando de Ana... do meu compromisso com o Dan. Para mim era aquela a música do Rafael, e eu tinha certeza de quando ele entrou na vida de Ana, e na minha, tudo ia caminhar bem... Eu e Ana íamos nos salvar de nossa sede. Sede de sangue e vingança. Só que aí, o Dan brinca com nós, e coloca a gente dentro de um jogo policial. E eu viro e digo: ei, temos muita ação. 

As páginas realmente se derreteram sob meus dedos, e foi delicioso ler Ana. Arma de Vingança não é um convencional romance policial, não cai na mesmice, que é feito pra encantar a mente, nos sufocar gritos e preencher várias prateleiras de livrarias por aí. Arma nos leva ao ser humano e às conturbações que acontecimentos, aparentemente cotidianos, podem desfraldar. Nos remete a analise do mal e bem que habita cada um de nós... Do que podemos nos transformar se guiados por instintos errados... mas mesmo assim, ainda há chance de retorno. Sempre há, basta encontrar em nós a resposta. 

Eu encontrei em Ana, e você?

Ps: Resenha feita pela Roxane Norris, autora de Immortales - a ser lançado pela editora Baraúna -, que também faz parte do blog, eu só postei porque sou uma boa menina. Vale também ressaltar que nós temos uma nova amiga no blog, a dona Teffy - Stefhany como eu carinhosamente a chamo. Então dêem as boas-vindas as meninas!

7 comentários:

Amarulla disse...

Eu estava completamente louca para lê-lo e agora, então! Me deu mais vontade ainda de entrar no mundo da Ana, ver o quão envolvente Ricardo pode ser e me deparar com Dan.
Bem, sejam bem vindas Roxane e Stefhany~ ♥

Leitoras Anônimas disse...

Amei a resenha, nunca tinha ouvido falar do livro até então. Gostei do tema da história, acho muito interessante quando o leitor tem a oportunidade de acompanhar o amadurecimento dos personagens. Querendo ou não nós acabamos aprendendo muitas lições nesse contexto!
Amei, já coloquei esse livro na minha Wishlist.

Sejam bem-vindas meninas! É um prazer tê-las por aqui :D

Abraços,
http://leitorasanonimas.com

Gisele Galindo ou simplesmente Gi. disse...

Sejam bem vidas!!!!

Mt boa a resenha, já li Arma e amei!!!!!

O Dan tem td p obter mt sucesso e deslanchar como autor.

;)

bjs***

Kel Costa disse...

Já tinha visto uma resenha desse livro em outro blog e tinha adorado, mas acabei esquecendo... Agora definitivamente ele vai pra lista de desejados!

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Mari Sampaio disse...

Que resenha linda, toda poética! Sim, ren, você é muito boa menina!rsrsrs
Adorei, e com certeza lerei!

Super beijos!

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Danilo disse...

ESta resenha ficou demais! Fiquei emocionado com ela! É por causa de comentários assim que vale a pena escrever! Bjkas

Roxane Norris disse...

Muito obrigado pelo carinho de todos! Realemente estou feliz por terem gostado da resenha, e claro, por poder ter feito mérito ao autor que o Dan é! Beijoooos amore!

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top