Os 50 autores mais influentes do século XX


 A Revista Ler (twitter e site) criou uma lista com os autores mais influentes do século passado e o que eles nos ensinaram através de suas obras. É uma matéria muito interessante, para quem quiser lê-la na íntegra, basta clicar no link no final desta postagem. E apesar da lista ser um pouco velha, data de abril de 2008, - na minha humilde opinião - continua digna. Porém, para mim, faltou só um autor em especial que escreveu uma obra sensacional no ano de 1962, quem acha que eu estou falando de Anthony Burgess ganhou uma estrelinha. Bem, brincadeiras à parte, vale a pena conhecer um pouco mais dos 50 autores que estão presentes na lista.
E também vale lembrar que a lista postada aqui foi organizada pelas datas de nascimento e não pelo grau de importância, aliás, ouso dizer que todos foram importantes de uma forma independente e igual. Afinal, boa literatatura é boa literatura.

  1. Sigmund Freud (1856-1939).
  2. Emilio Salgari (1862-1911).
  3. Marcel Proust (1871-1922).
  4. Thomas Mann (1875-1955).
  5. Rainer Maria Rilke (1875-1926).
  6. Hermann Hesse (1877-1962).
  7. Robert Musil (1880-1942).
  8. James Joyce (1882-1941).
  9. Franz Kafka (1883-1924).
  10. Virginia Woolf (1882-1941).

  11. Fernando Pessoa (1888-1935).
  12. T.S. Eliot (1888-1965).
  13. Ludwig Wittgenstein (1889-1951).
  14. Agatha Christie (1890-1976).
  15. Walter Benjamin (1892-1940).
  16. André Breton (1896-1966).
  17. Scott Fitzgerald (1896-1940).
  18. Enid Blyton (1897-1968).
  19. William Faulkner (1897-1962).
  20. Bertolt Brecht (1898-1956).
  21. Ernest Hemingway (1899-1961).
  22. Jorge Luis Borges (1899-1986).
  23. Vladimir Nabokov (1899-1977).
  24. Barbara Cartland (1901-2000).
  25. Karl Popper (1902-1994).
  26. George Orwell (1903-1950).
  27. Graham Greene (1904-1991).
  28. J.R.R. Tolkien (1904-1973).
  29. Pablo Neruda (1904-1973).
  30. Jean-Paul Sartre (1905-1980).
  31. Samuel Beckett (1906-1989).
  32. Albert Camus (1913-1960).
  33. Marguerite Duras (1914-1996).
  34. Roland Barthes (1915-1980).
  35. Juan Rulfo (1917-1986).
  36. J.D Salinger (1919-).
  37. Orimo Levi (1919-1987).
  38. Isaac Asimov (1920-1992).
  39. Italo Calvino (1923-1985).
  40. Gilles Deleuze (1925-1955).
  41. Michael Foucault (1926-1984).
  42. Gabriel García Márquez (1928-).
  43. Guy Debord (1931-1994).
  44. Sylvia Plath (1932-1963).
  45. Umberto Eco (1932-).
  46. Carl Sagan (1934-1996).
  47. Georges Perec (1936-1982).
  48. Raymond Carver (1938-1988).
  49. Salman Rushdie (1947-).
  50. J.K. Rowling (1965-).
 Fonte(s): Baixar o arquivo, Ver Online.

7 comentários:

Estefânia disse...

Matéria muito interessante, Ju! Eu não conhecia essa lista, mas, pelos autores que eu conheço presentes nela, já posso dizer que o reconhecimento é válido. Atenção especial para a presença do meu filósofo favorito, o Sartre, e do criador de um dos melhores universos fantasiosos da história, o J.R.R. Tolkien. Valeu pela indicação!

cacazetiii♪ disse...

Finalmente consegui te seguir e agora vejo o quanto valeu a pena...
Uma lista digna com certeza, não há duvidas das marcas que estes escritores deixaram na história, sejam por filosofia ou romance. Com certeza me deu vontade de reler algumas das obras dos meus favoritos...
Obrigado pela listinha xD

Lukas disse...

Jhon Ronald Ruel Tolkien... Pra mim ele deveria estar em primeiro da lista, ainda mais na frente de Agatha Christie.
De qualquer forma, uma boa lista com ótimos autores.

P.S: Ainda bem que não encontrei a autora de Crepúsculo na lista...

Biih disse...

tem a mulher que escreveu harry potter, rsrs, gosto muito dela.

Thiago disse...

Gostei bastante da lista... só tenho uma objeção... onde está Victor Hugo?? Os Miseráveis é um dos melhores livros já escritos... A lista é excelente, só ficou faltando mesmo o grande Victor Hugo

Luiz Gustavo disse...

Não se preocupe, Thiago. Victor Hugo não poderia entrar nesta lista de todo modo, ele é do século XIX :D

Anônimo disse...

Grande lista. Um pouco internacional demais, mas grande lista. Faltou um nome aí: na minha opinião, William Gibson, cuja qualidade da obra é discutível (eu mesmo não curti muito Neuromancer), mas é inegável que os livros inspiraram boa parte da produção de sci-fi dos anos 90 pra cá - Matrix, por exemplo. Talvez coubesse também um autor brasileiro ou dois aí (Erico Veríssimo)...

Fora isso, indiscutível.

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top