Eu ♥ Capas ~ #7



E aí, cumpadres? Como estão nesse domingo super mega chuvoso e frio? 

Eu estou ótima, como sempre, obrigada por perguntar. Hoje eu vou falar das capas de um livro que eu já li e gostaria muito de ter na minha estante. Editora que o publica, faça-me o favor. Vamos falar do primeiro volume da série Blue Bloods, da autora Melissa de La Cruz. Segue a sinopse do primeiro livro:

De la Cruz has revamped traditional vampire lore in this story featuring a group of attractive, privileged Manhattan teens who attend a prestigious private school. Schuyler Van Alen, 15, the last of the line in a distinguished family, is being raised by her distant and forbidding grandmother. Schuyler, her friend Oliver, and their new friend Dylan are treated like outsiders by the clique of popular, athletic, and beautiful teens made up of Mimi Force, her twin brother, and her best friend. What they have in common is the fact that they are all Blue Bloods, or vampires. They don't realize that they aren't normal until they reach age 15. Then the symptoms manifest themselves and they begin to crave raw meat, have nightmares about events in history, and get prominent blue veins in their arms. Their immortality and way of life are threatened after Blue Blood teens start getting murdered by a splinter group called the Silver Bloods.

Sinopse do livro lançado aqui, com o nome de Vampiros de Manhattan:

Quando o Mayflower aportou nos Estados Unidos, em 1620, trazia a bordo homens e mulheres que lançariam as bases da sociedade norte-americana. Mas entre os Peregrinos havia também aqueles que não estavam apenas fugindo de perseguições religiosas. Eram os Blue Bloods - um clã que acumulou grande poder e riqueza, tornando-se um dos mais influentes grupos da sociedade de Nova York. Schuyler acabou de completar quinze anos. Veias azuis começam a saltar sob a pele pálida de seus braços. Sente um desejo insaciável por carne crua, e estranhas visões de tempos remotos assombram sua mente. E quando uma garota de seu colégio é encontrada morta, sem nenhuma gota de sangue no corpo, Schuyler não sabe o que fazer. Poderiam ser verdadeiras as histórias de vampiros?  

Gostaram?  Eu não sei, obviamente, como está a tradução brasileira, mas vale confessar que até gostei da história, o bastante para ler o segundo, Masquerade, também lançado no Brasil, pela Editora ID - que não responde nenhuma merda de contato, óbvio - com o nome de Baile de Máscaras. Vamos às capas?


Nota que eu editei essa imagem mil vezes, era para ter a capa francesa no lugar da polonesa,
mas  como eu não falo fracês, ficou difícil saber qual é de qual volume...
Sobre a americana: Ok, tem algo que eu realmente nunca entendi - eu realmente não me lembro da Schuyler ter sido mordida no primeiro livro, seja por um Blue Blood ou um Silver Blood. Realmente não me lembro, então essa capa cai um ponto na minha avaliação. É bem capaz de eu estar errada, obviamente li os livros mil anos antes da Editora ID resolver publicá-los. Mas eu gosto da capa, realmente, tirando as marcas de caninos ali... 


Sobre a inglesa: Ok, novamente, continuo a não entender o lance da mordida e wtf é esse colar de pérolas super desenvolvidas? Muito grande, meu deus! Parece algo que a Rainha iria usar, wtf! 


Sobre a polonesa: Huum... É uma das que eu mais gosto, sinceramente. A menina parece realmente a minha imagem da Schuyler e a lua me agradou bastante. E esses olhos? Esse azul que realmente faz jus ao nome da série. Sem contar que a menina está tão pálida que parece meio morta. Adoro mesmo! E mais, a menina parece um pouco sabe... Suja? Achei um toque legal...



Agora vamos comentar a mais linda de todas?


Sobre a capa brasileira: Ai. Meu. Deus! Okay, ela é definitivamente a mais linda de todas, sem mentiras nem travessuras. Eu não imagino a Schuyler assim nem nada, para mim é a Bliss, uma das personagens que mais gosto da série. E sem contar que a menina lembra muito a Lea Michelle, né? Aliás, eu posso não gostar muito da Editora ID ter chamado o primeiro volume de Vampiros de Manhattan, mas caiu bem, combinou. O que realmente me deixou chateada foi manter o Blue Bloods. Eu realment não gosto, aliás, odeio quando fazem isso.


Quem gostou comente e faça-nos feliz. 

Beijos da sua diva e semeadora da discódia favorita.

5 comentários:

Leitoras Anônimas disse...

Já li o primeiro livro dessa série e gostei bastante! Eu amo todas as capas, são tão bem feitas... acho que até agora não encontrei uma que não me agradou :)
Mas eu também não entendi muito bem a mordida, kkk

http://leitorasanonimas.com

territoriodascompradorasdelivro disse...

Adorei o post
Visitando primeira vez, boa sorte com o blog
Seguindo, me segue também.
http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/
Bjsss *-*

Mari Sampaio disse...

Ah, gostei de todas as capas, são lindas!rsrs
A sinopse parece ser interessante!

Beijos

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Isa Pina disse...

Ah, finalmente alguém que gosta mais da capa brasileira do que a americana! Juro, todo mundo que conheço preferia a segunda e eu ficava me sentindo a estranha o.o
Ainda não li a série, porque os preços da iD não são muito camaradas (o que me faz pensar em ler em inglês) e nem dava muita coisa por ele, mas agora fiquei curiosa!
Obs.: não consigo gostar dessas capas com mordidas, seja inglesa ou americana. Pescoços expostos me dão arrepio!
Beijos,
Isa Pina ~ portal dos livros

Duachais Seneschais disse...

A capa brasileira é, em disparada, a mais bonita de todas. Com toda a certeza é linda!

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top