Eu ♥ Resenhas: Mistério de Natal

Salve, salve!

Algum tempo atrás eu lancei no blog a pergunta: “Qual resenha vocês gostariam de ver no blog?” e as opções eram O Guia Oficial de House, do autor Ian Jackman, e Mistério de Natal, de Jostein Gaarder.

Mistério de Natal ficou na frente! (:

Pra mim o resultado foi ótimo, porque eu sou apaixonada pelos livros de Jostein Gaarder desde que li O Mundo de Sofia e um dia ainda vou ter a coleção completa na minha estante!

Haha, então, sem demorar né?


Título Original: "The Cristmas Mystery"
Autor: Jostein Gaarder.
Ano: 1992
Número de Páginas: 254
Editora: Cia. Das Letras
Edição: 2 / 2006
Tradutor: Isa Mara Lando e Sérgio Tellaroli





Mistério de natal é um livro de fantasia infantil que conta a história de Joaquim, um garoto norueguês que um mês antes do Natal, se vê ainda sem o seu calendário comemorativo. Na Noruega há uma tradição bem popular, em que você compra um calendário cheio de “portinhas”, uma para cada dia. Na data respectiva você abre a portinha e tem uma surpresa lá dentro – um doce ou um brinquedo, por exemplo.

Quando Joaquim e seu pai já estavam para desistir, encontram um calendário com uma aparência diferente, envelhecido, numa livraria antiga. O dono diz que foi esquecido ali por um senhor que sempre está pelas redondezas, mas que aceita vendê-lo ao garoto.

É quando Joaquim descobre que seu calendário é diferente. Não são balas ou lembranças que ele encontra ali e sim um pedacinho de papel, com o início da história de uma garotinha chamada Elisabet, que numa manhã de Natal, correu atrás de um cordeirinho saltitante e ingressou na maior aventura de todas.

Como sempre, Gaarder consegue ser um ícone quando o assunto é a literatura infanto-juvenil fantasiosa. Sua capacidade de construir um texto cativante e encantador é inegável. Mistério de Natal envolve a história cristã do feriado, um anjo que guia Elisabet e a acompanha – juntamente com vários outros personagens que se juntam a sua caravana enquanto viajam pelo tempo e espaço até Belém – e os três reis magos também, portanto a influência católica é muito presente na obra. Eu não posso dizer que sou uma praticante dessa religião em particular ou de qualquer outra – nem as minhas crenças são relevantes – e, portanto, não vou nem entrar no mérito da discussão que vi em algumas resenhas por aí. Na minha humilde opinião, Jostein Gaarder não ofendeu nenhuma outra religião ou seus praticantes ao escrever um livro focado no prisma cristão do feriado natalino.

A história é absolutamente linda e a leitura flui muito bem. Não é um livro extenso e pode facilmente ser o passatempo de uma tarde. Os capítulos são correspondentes aos dias faltantes até o Natal. A cada início novo há um pequeno trecho que está no texto do capítulo. Um dos meus favoritos é logo de cara o do dia 1º de Dezembro! (:

A trama merece destaque: Gaarder acertou na medida o ponto de descrever a jornada de Elisabet e seus companheiros, sem entretanto, descuidar-se da narrativa de Joaquim. É fácil acompanhar a caravana que ruma à Belém como se fosse parte dela e ao mesmo tempo, sentir-se tão ansioso quanto o menino norueguês para descobrir o fim da história e o mistério de natal que envolve aquele calendário mágico.

E o desfecho é absolutamente perfeito. Como toda a narrativa, o final da história também é cheio de magia e encanto, demonstrando que Gaarder conhece o seu público e sabe como cativá-lo.

O clima é leve e gostoso, sendo as descrições um ponto muito forte na escrita do autor, especialmente considerando o fato de que a caravana rumo à Belém passa por diversas cidades e locais por entre o tempo. A forma como Gaarder permite ao leitor construir um cenário preciso, torna a leitura algo muito agradável e visual.

O livro é um exemplar que eu recomendo muito. Publicado aqui no Brasil pela Cia. das Letras (yay!) ele tem a qualidade ímpar característica da editora – e quem acompanha as pos tagens e a page, sabe que é uma das minhas favoritas – e as gravuras no início de cada capítulo são um verdadeiro mimo. Eu paguei mais ou menos vinte e cinco reais no meu, na Estante Virtual. Veio lacrado! (:Tirei algumas fotos dele aqui, ó:

A primeira imagem é da capa. A segunda, do início de um capítulo - e o detalhe da ilustração. A imagem do sumário, onde no dia 1º de Dezembro tem a citação apresentada em cada capítulo. E por fim, a lombada do livro com o nome e o cordeirinho!


A história é simplesmente bela e é capaz de encantar leitores de todas as idades. Repleto de surpresas envolvendo uma menininha, um cordeirinho com sino no pescoço, um velho vendedor de flores, um garotinho norueguês e um calendário especial, Mistério de Natal é capaz de trazer a magia do dia 25 a qualquer época do ano.


Meus queridos foi isso!

Espero que tenham gostado da resenha. Não me aprofundei muito no contexto porque tive medo de dar spoilers sem querer ): Mas espero ter despertado o interesse em que nunca leu a obra!

Quem aí já teve a oportunidade de ler o livro? Me conta o que achou nos comentários!

Até a próxima!
Boas leituras e um beijo da heavy.

2 comentários:

Arte Sacra disse...

Um dos livros mais lindos que já li. Chegou às minhas mãos por acaso; comecei a ler, fui lendo, gostando, lendo...em dois dias, terminei de ler.

Yasmin Shiguematsu disse...

Eu também não precisei de muito tempo! Um final de semana foi o bastante pra ler a história inteira - e me apaixonar por ela.

<3

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top