Eu ♥ Resenhas: Oh My Goth



Título Original: Oh My Goth.
Autor: Gena Showalter.
Ano: 2006.
Número de Páginas: 256.
Editora: MTV.
Edição: ?

  

´´Oh My Goth`` conta a história de Jade Leight, uma adolescente americana que não segue o padrão americano de viver, digamos assim, pelo menos não o padrão existente na sua escola onde vestir rosa e ser uma perfeita Barbie supostamente te faz uma pessoa melhor que os outros. Jade mais seu seleto grupo de amigos são góticos, se vestem de preto, usam e abusam do lápis de olho e curtem o lado negro das artes e da vida. Mas é claro que há uma feroz rixa entre a turma Barbie e o grupo gótico como todo livro que usa essa temática como plano de fundo.  A língua afiada de Jade somada a implicância das patricinhas deixam as coisas divertidas, confesso, lembrei até um pouco da minha adolescência.

Com a chegada de um novo garoto na escola, um que pouco se importa com rótulos deixa a briga mais pesada e é aí que, bem, as coisas vão longe demais e a história segue um rumo completamente insano à lá ficção científica (não consigo encontrar melhor adjetivo). Digamos que as coisas viram de cabeça pra baixo na realidade alternativa em que as duas (Mercedes e Jade) são presas. Lá ser Gótico é uma coisa muito legal e ser patricinha é uma coisa muito 2010, então, de repente, temos Jade como abelha rainha da escola e seus amigos passam a odiá-la porque agora eles são, espere, clones barbies. É como se invertessem os papéis e ambas conseguem provar o sabor da vida que a sua ´´inimiga`` leva. 

Jade que tanto prezava sua individualidade gótica parece ficar desgostosa ao ver que a última moda agora era ser como ela. Eu particularmente não gostei muito dessa reação dela porque a autora martelou tanto isso que me pareceu que a personagem não tinha personalidade. Ela seguia a cultura gótica porque era fora dos padrões e ela queria ser assim: fora dos padrões. Queria chamar a atenção. Quando gostamos de algo, gostamos até quando ele vira modinha, não importa o que aconteça, não é? Passando por esse ponto, o interessante é que ela e Mercedes (a Barbie rainha da história) trocam de papéis, Mercedes sente na pele o que ela provocou a Jade durante todo esse tempo e Jade sente como é ser popular, mas odiada pelas pessoas que mais gosta.  O livro é baseado em estereótipos. De certa forma é isso que o livro mostra. As duas para conseguirem voltar a sua realidade normal deveriam trabalhar em equipe, o que é bastante difícil porque elas aparentemente têm que ultrapassar seus preconceitos e as atitudes mesquinhas para conseguirem se entender. Mas acabam percebendo que por trás da máscara estereotipada de ambas existem pessoas que muito se parecem. 

Apesar da mensagem legal, o livro peca em vários aspectos, especialmente por essa mudança maluca que encaminha o livro para um final à lá sessão da tarde. Mas no geral, é um livro divertido e bom para passar o tempo.

6 comentários:

Leitoras Anônimas disse...

Parece ser uma história meio clichê, não sei se faz o meu estilo. Mas foi bom conhecer, nunca tinha ouvido falar desse livro antes (muito menos dessa editora, rs)...

Abraços,
http://leitorasanonimas.com

Amarulla disse...

Também não conhecia o livro e pelo que li, não conheceria.
Além de não fazer parte do tipo que me interessa, hoje em dia esteriótipos estão mudando e caindo tanto que o tema acabou perdendo o que tinha de interessante. (Se é que tinha, haha)
O conflito gótico/excluído/humilde/problemático versus patricinha, tão comum em filmes adolescentes que fazem questão de passarem nos canais de televisão, não chama atenção tanto quanto, sei lá, vampiros brilhantes.

Mas bom, legal saber que ele existe~ Se serve para passar tempo, quem sabe no futuro eu não arrisque?

Julliana disse...

Não sei se existe o livro físico dele, eu li em e-book depois de tê-lo achado aqui no meu computador e como ele é pequeno, tem umas 117 páginas, eu o li rapidamente :D

É bom para passar o tempo, maaaaaaaas nos remete justamente aqueles filmes de sessão da tarde que a gente vê quando não tem mais nada de interessante para fazer. Mas é até divertido em partes :)

Obrigada por comentarem :D

Ren disse...

Eu comecei a ler, e não tinha a mínima idéia de que havia sido publicado aqui no Brasil...

Lembro que peguei o livro porque era da magnífica Gena, e eu amo tudo que ela escreve, mas essa história me chamou a atenção porque ela parecia, sei lá, engraçada, hahahahhaa.

Um dia eu termino de ler, ou não.

Mari Sampaio disse...

Poxa, é um tema legal de se explorar... Que pena que não ficou tão bom, né? Realmente, modinha ou não você gosta e pronto. Acho muito legal o tema!^^

Beijos

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Julliana disse...

Foi de fato publicado, Ren? Nunca achei nada sobre ele. ):

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top