Eu ♥ Nyah: O que são fanfictions?


Olá, eu sou a Milla Felacio, também conhecida por Kori Hime, uma das moderadoras do site Nyah!Fanfiction. Fui convidada pela Roxane para fazer parte da equipe do Eu♥Livros, fiquei muito feliz com o convite e já dei milhões de ideias, incluindo essa seção, que espero ser de grande ajuda e diversão. Porque é esse o objetivo das fanfictions. Entretenimento entre fãs.

O mundo das fanfictions é extenso. Há muito o que falar, por isso eu decidi fazer por tópicos. Ficará mais fácil aprender, discutir e trocar ideias.

Descobri as fanfictions em 2007 e a partir de 2010 passei a fazer parte da equipe de moderação do Nyah, que é um dos maiores sites de fanfictions em português. Porém, eu estou aqui para falar sobre essa modalidade de escrita tão polêmica para uns e querida para outros.
Mas vamos por partes.

O que são fanfictions?

Fan fiction, fanfiction, fanfic, ou para os mais íntimos apenas fic, é o termo que define histórias escritas por terceiros, referente alguma obra já existente, seja esse um livro, série de televisão, desenhos, filmes, histórias em quadrinhos, uma celebridade, bandas de música, etc.

Quem escreve fanfictions, são chamados ficwriter ou fictores. Eles utilizam um cenário, enredo ou personagens de alguma obra para criar sua história. As vezes apenas transfere os personagens para um cenário totalmente diferente do que eles vivenciam na história original. Vai depender da criatividade de cada um.

Pesquisando na internet, eu verifiquei que existem diversos textos falando sobre o assunto, mas poucos com informações históricas. O mais longe que eu conseguir chegar, foi a década de 20, onde deu inicio as fanzines.

“Fanzine é uma abreviação de Fan Magazine. Trata-se de uma revista criada por fãs para fãs. Os fanzines são datados da década de 20, nos Estados Unidos.”


O termo fanfiction foi popularizado na década de 60, graças as edições de Fanzines com histórias de ficção científicas vendidas através dos fãs da série Star Trek, em convenções ou enviados pelos correios. Nem é preciso dizer que a moda pegou. No japão também houve um movimento como esse, chamado Dōjinshi, é uma publicação independente referente à mangas, animes e jogos.


Dōjinshi inspirado no manga One Piece (Eiichiro Oda).



Mas a verdadeira expansão se deve graças a internet. Isso já na década de 90. Pela web, as pessoas puderam se conectar com um número maior de fãs para trocar ideias, discutir, desenhar, escrever...
Fóruns, blogs e sites específicos para hospedar as histórias dos fãs de determinado fandom, cresceram a partir daí.

“Fandom, uma palavra de origem inglesa (Fan Kingdom), referente à um conjunto de fãs de um determinado programa de televisão, livro, personalidade, etc.”


O Brasil não ficou de fora dessa. As fanzines se destacaram como edições independentes e existe até mesmo uma convenção para quem curte as publicações. O Fanzine Expo, você pode obter mais informações sobre o evento no site: http://fanzineexpo.wordpress.com/

Os sites sobre fanfictions estão crescendo cada vez mais. Claro que para criar um site e manter um servidor na internet, hospedando milhares de histórias custa dinheiro. Por isso, existem diversas outras possibilidades de postagem internet, como os blogs, fóruns e microblogs. Ultimamente o Facebook vem sendo bastante utilizado para compartilhar histórias criadas por fãs, assim como o Orkut, Tumblr, etc.

Mas vocês devem se perguntar sobre as leis de plágio, utilização de personagens que não são de sua autoria. Adaptações não permitidas, entre diversos outros assuntos. 


Calma que eu chego lá. 

 
Muitas pessoas tem preconceito com livros originados através de fanfictions. Outros não sabem o que são. E o que eu quero aqui é mostrar para todos que essa atividade vai além de pegar personagens de terceiros e usar para si próprio em suas histórias. As fanfictions são uma forma do fã estender, até onde desejar, aquela obra que tanto gosta.
No próximo post vou falar sobre as fanfictions que viraram livros e autores famosos que já escreveram fanfictions.
Até a próxima.

Sites para ler fanfictions:

Nyah! Fanfictions – português
Anime Spirit – português
Fanfiction Net – O inglês é dominante.
Fanfic Brasil – português
Fanfic Obsession – português
Floreios e Borrões – Especializado em Harry Potter – português
Fanfics Twilight – Especializado na Saga Crepúsculo – português
Asian Fanfics – especializado em bandas – inglês

Onde me encontrar:
Nyah! Fanfiction: Kori Hime
Twitter: @Felacio


4 comentários:

Roxane Norris disse...

Ahhhhhhhhhhh eu amei o post!!
Ficou show de bola! Quero muito mais disso Kori!
Chegou arrasando!
Beijokas

Tati Freitas disse...

Sobre a questão da origem das fanfics, Kori, andei pesquisando e, assim, primeiramente, penso que as fanfics sejam tão antigas quanto a própria ficção. No sentido geral, de se derivar uma obra a partir de outra, temos praticamente toda "literatura" romana, que é derivada da grega. Por exemplo, a Eneida de Virgilio é uma obra derivada de a A Ilíada e a Odisseia de Homero, no sentido de que Virgilio pega o final da Guerra de Tróia e conta a história de Eneias, um derrotado da guerra de Troia que vai buscar uma nova terra para viver. E a jornada de Eneias é muito parecia com a jornada de Odisseu/Ulisses, mas Virgilio também recria muito, ao dar sua visão à história, e ao permear do pragmatismo romanos o seu romance, sendo que as personagens do autor romano não são tão marionetes dos deuses como na Odisseia. Bom, outro fato também que está associado a uma origem das fanfics, de maneira geral, era a prática comum dos escritores, nos seculos XVIII e XIX de pegar personagens e histórias alheias e criarem suas versões. Isso aconteceu muito com Alice nos país das maravilhas, com as aventuras de Shelock Holmes e também com algumas obras da Jane Austen, mas essa prática foi "apagada" com a criação da lei dos direitos autorais. Aí, sim, depois disso há um salto, que vai para a criação dos fanzines.

Bom, é isso, recentemente escrevi um artigo para apresentar em um congresso de literatura infanto-juvenil, então estou cheia dessas coisas na cabeça >.<

Um beijo, e amei o post. Acho que iniciativas como a sua poderão tirar as fanfics da marginalidade e mostrar a grandiosa ferramenta de aprendizagem que temos em mãos.

Lady Salieri

Maria Valéria disse...

Legal seu post falando sobre isso, geralmente a gente confunde os termos e um texto como o seu tira as dúvidas que temos... ^^
bjs

http://torporniilista.blogspot.com.br/

Milla Felacio disse...

Roxane:
*--* tão feliz que vc gostou.


Lady Salieri:
Tudo o que você comentou esta num tópico exclusivo que eu irei criar, mas só mais para frente será postado, eu decidi começar a falar de coisas mais "atuais" para dar uma refrescada no inicio e não ser um texto tão grande e cansativo para o pessoal. Caminha devagar para conquistar territórios KKKK


Maria Valéria:
Oie, olha eu tenho ainda que ficar pesquisando os termos e generos, principalmente os em ingles, acho que deveriamos usar tudo em portugues, ficaria mais facil KKKK
Opa, tem ate blog, vou olhar ;*

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top