Eu♥Polêmica: Interpretações Tendenciosas

Como hoje eu estou dada a assuntos polêmicos, tem algo que eu acho muito válido falar aqui já que é algo que está me irritando bastante em particular. Há dias que estou vendo imagens da nova música do Roberto Carlos no facebook com uma interpretação extremamente tendenciosa, feita exatamente para que as pessoas comecem a pensar mal da música. Olhem, não sou fã do Roberto, mas é algo tão absurdo pra mim que eu não consigo entender.



Eu realmente não sei se essa pessoa é uma daquelas que aderiram ou lançaram (vai saber!?) a campanha contra a novela das 8 da Globo (que eu acho uma tremenda palhaçada, vale ressaltar) ou se ela é uma mal amada. Porque é tão distorcido e errôneo que chega a ser risível. 


A música busca retratar um cara apaixonado que faz o possível para a felicidade daquela que ama. Não consigo observar traços de um cara ruim, tirando o narcisismo do "cara" por ser o "herói" que todas as mulheres procuraram. Mas não acho que isso foi colocado ali como se fosse ele falando, mas uma observação do intérprete, do cantor... Pelo menos foi o que me passou.

Eu não sou muito fã do Roberto como disse acima e confesso que acho muitas músicas românticas dele com uma pegada grudenta e enjoada, mas isso é questão de gosto. Prefiro mil vezes as do vídeo abaixo, hahahaha:


Enfim, sem sair do foco, não é tão incomum encontrarmos por aí interpretações distorcidas apenas para tornar aquilo um argumento a seu favor contra seja lá o que você esteja debatendo.

Mas por que fazem isso!? Eu não sei também, caro leitor! Mas que é tremendamente cansativo e um apelo desesperado, bem, isso fica claro. As pessoas gostam de justificar suas baboseiras com fatos e quando não possuem algum, inventam. Às vezes parece que a convicção não é  suficientemente boa para que dela surjam os argumentos necessários para o debate, daí apelam para o emocional, criam situações inusitadas e que apenas fogem do foco principal do tema abordado em discussão. Quem nunca passou por isso, por favor, levante a mão e agradeça.

Isso é mais como uma pequena crítica. Quanto a campanha, você provavelmente já deve ter dado de cara com ela por aí:


E eu acho uma tremenda besteira porque estão repudiando uma coisa sem saber o que é, ou seja, tratando de forma preconceituosa uma coisa que não conhecem. Não, eu não assisto a novela e pouco estou me importando com a globo. Raramente assisto a tv, só quando há uma matéria interessante no jornal ou uma ou outra cena da novela das 6 porque curto novela de época (e o figurino é lindo de morrer!). Mas eu não vejo porque não me atraí. Da mesma forma que pouco acompanhei Avenida Brasil e seus capítulos recheados de energia negativa com gritos e discussões o tempo inteiro. Deus, como eu odiava essa novela. Chegava a fechar a porta do quarto quando minha mãe via porque só tinha gritos e brigas. Todos falavam gritando, era um inferno.

Mas esse inferno o pessoal que criou a imagem acima curtia não é? Quando a Carminha fazia uma maldade todo o mundo batia palmas. Apesar da Adriana Esteves ser uma excelente atriz (e ela é), acho engraçado essas pessoas aplaudirem isso, aplaudirem as "piriguetes" das novelas e depois virem criticar outra novela só por causa do nome. DO NOME. É tão superficial, tão leviano que eu não consigo conceber como alguém segue essa ideia. Realmente não entendo. 

Daqui a pouco vão começar querer mudar o atalho de ctrl-s (salvar) para ctrl-j porque só Jesus salva. Ah, por favor, né!? Acham mesmo que Deus, Jesus ou seja lá o que for se importa com uma besteira dessas? Se importam com o bem que você faz, seja lá que entidade divina você adore e aceite ou não aceite. O que importa no final é o bem que você fez aos outros, a forma como você tratou as pessoas e se foi o mais honesto possível (porque às vezes sinceridade demais pode matar né!?) com o mundo e consigo mesmo. Pelo menos essa é a minha opinião e é o que tento sempre fazer. Pelo menos eu não consigo acreditar que Deus algum vá gostar de hipócritas. Chega né, gente!? Basta de intolerância, basta de preconceito religioso!

No final das contas sempre me pego me perguntando onde foi parar o "Ame uns aos outros como eu vos amei".

Enfim,

É isso!

Beijos,

Julliana.

9 comentários:

Pat Kovacs disse...

Pra mim isso é feito propositalmente por gente que sabe o que tá fazendo só para gerar propagandas gratuitas pela rede.
E dá certo...
Acho que vou começar a pensar seriamente nessa estratégia de marketing...

Julliana disse...

Será, Pat? Hahahahah hoje em dia está difícil confiar em qualquer coisa na internet. Esses publicitários não possuem mais limites, até hoje lembro do vídeo do cara que perdeu o amor na balada e todos ficaram querendo ajudá-lo HAUHAUHAUAHUAUA. Sorte que eu saquei logo que era uma campanha :p

Gabriel disse...

Cuidado para não cair nos mesmos erros de interpretação. A página de onde você tirou a primeira imagem, "Facebuqui de Pobre" é obviamente uma página de humor. Risível? Ué, se é risível, quer dizer que a página foi bem sucedida em provocar o riso. A segunda eu já não sei, precisaria ver o contexto. Não duvido que haja mesmo pessoas levando a coisa a sério, com essa campanha tosca por aí, mas vamos tomar cuidado para encarar os fatos em suas devidas proporções.

Pat Kovacs disse...

Olá!
Venho aqui exclusivamente para te convidar para participar do sorteio que estarei realizando juntamente com o blog Daily of Books, em comemoração ao 1º aninho desse super blog que é um grande parceiro dos novo autores nacionais.
O sorteio acontecerá dia 15 de dezembro e valerá meu livro "Raptores 2" e os ebooks "Tempo Paralelo" e "Romances em Fragmentos" - tá muito fácil de concorrer ^^
Acesse: http://patkovacs.blogspot.com.br/2012/11/promo-1-ano-do-blog-daily-of-books.html
E boa sorte \o/

Alice Aguiar disse...

na boa? a anlise psicologica eu achei bem legal.
eu nao vejo pelo lado ruim algumas coisas sabe
apesar de saber que tem gente que alopra com algumas coisas
porém eu vi de uma forma bem legal e diferente.
claro que ficar denegrindo é ruim, mas veja pelo lado positivo foi bem legal e tals.
pelo menos, da pra brincar e analisar nao só as musicas dele como outras musicas

Julliana disse...

Gabriel, a página tava compartilhando de outra página se não me engano. Mas a questão é que está rolando por muitos lugares e, no caso, o risível não foi como sinônimo de "engraçado", mas como ridículo porque é completamente forçado. É que eu realmente vi algumas pessoas postando isso a sério como a minha prima (o que é bem frustrante). Daí o post é apenas para fazer um pensamento mais crítico nessas pessoas :)

Obrigada por comentar :)

Julliana disse...

Eu achei bastante exagerada, Alice. Bem desproporcional mesmo, apelando para um lado negativo nas passagens. Isso não é analisar, ao contrário, é fazer uma interpretação tendenciosa. Uma análise geralmente tende a ser imparcial, nesta todas as colocações colocam-se de maneira bastante infeliz. Vendo de uma maneira irônica e sarcástica é até engraçado e divertido, mas se colocarmos numa outra visão, numa visão em que a pessoa que escreveu aquilo de forma séria, é meio perturbador. D:

Julliana disse...

Obrigada pelo convite, já estou participando! :)

Roxane Norris disse...

Ju
Achei perfieta sua análise, não só do Roberto - por quem não nutro nenhum afeto - como também desse oba-oba contra a novela. Redpudio a Globo de todas as formas possiveis, é um emissora terrivelmente tendenciosa e hipócrita. Porém, parece que as pessoas gostam de perder seu tempo debatendo futilidades. Ao invés de afastar o povo da novela, a polêmcia aproxima, ou seja é um tiro no pé. Acha mesmo que a Gloria Perez liga para o que o pastor diz da novela dela? Ele tá dando Ibope, sem contar que o Brasil é pluricultural e democrático, se ela é macumbeira, o que eu acho que não, é problema dela.Desliga a TV meu povo!
Enfim, adorei!!
Beijokas

Postar um comentário

- Agradecemos a leitura do post e adoraríamos saber a sua opinião.
- Responderemos o seu comentário aqui mesmo.
- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.

 
Eu ♥ Livros © 2010 | Designed by Chica Blogger | Back to top